José de Abreu ataca Bolsonaro por crise na saúde: "Se alimenta de mortes"

José de Abreu criticou Jair Bolsonaro após a saída de Nelson Teich do Ministério da Saúde. O médico pediu demissão nesta sexta-feira (15), menos de um mês depois de assumir a pasta. É o segundo especialista que deixa o cargo durante a pandemia do novo coronavírus.O ator republicou um tuíte que lista algumas das crises do governo Bolsonaro e o culpou pelas quase 15 mil mortes por covid-19 no país.

Os seguidores de Abreu reforçaram o discurso. “O Brasil não tem um único dia de paz”, “a gente não merecia isso”, “fora Bolsonaro” e “genocida” são alguns dos comentários sobre a opinião do global.

Não é a primeira vez que o global se posiciona contra o presidente. Recentemente, José chamou Bolsonaro e a secretária especial da Cultura, Regina Duarte, de “fascistas”.