Governador de Goiás desmente doação em live de Safadão e Raça Negra


O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), usou suas redes sociais nesta segunda-feira (18) para dizer que não doou 10 toneladas de alimentos durante a live de Wesley Safadão com o Raça Negra, neste fim de semana. O político afirmou que alguém agiu de má fé ao usar o seu nome para fazer uma falsa doação.

"No final de semana, alguém fez uma falsa doação de 10 toneladas de alimentos durante uma live do Wesley Safadão e Raça Negra em meu nome. Mentiram para os artistas que faziam um gesto nobre. Infelizmente existem pessoas que brincam com o sofrimento, a necessidade e a boa vontade das pessoas. Os artistas estão fazendo sua parte, não só entretendo a população. Arrecadam alimentos por meio de suas lives. Goiás já foi muito beneficiado por ações como essa", disse Caiado, que garantiu que irá denunciar o caso às autoridades responsáveis. Ele também demonstrou sua admiração por Safadão e pelo Raça Negra. "Diante disso, vou fazer uma denúncia para que as autoridades competentes identifiquem e punam esses criminosos que usaram meu nome para uma doação falsa. De acordo com os rigores da lei. E ressalto aqui minha admiração por todos os artistas, ao @wesleysafadao, @racanegra e a todos que estão fazendo sua parte, não só levando alegria, mas ajudando a quem mais precisa."

Na transmissão, o vocalista do Raça Negra, Luiz Carlos, comentou a doação em nome de Caiado. “Esse exemplo do Caiado que a gente queria que eles [políticos] se ligassem. Nós estamos nessa situação por causa dessa equipe toda de políticos, que viu que estava chegando uma pandemia, e não fizeram nada. O Caiado está dando esse exemplo. Esses políticos têm que aprender que não é só roubar, tem que ajudar”, afirmou.