Glenda Kozlowski deixou SBT por não aceitar redução de 25% em seu salário

Glenda Kozlowski, 45, não aceitou a redução de salário de 25% proposto pelo SBT e decidiu sair da emissora após seis meses da assinatura do contrato.Em decorrência do impacto do novo coronavírus no mercado, o canal cortou os salários das suas principais estrelas na mesma porcentagem oferecida a ex-global, mas Glenda bateu o pé e se mostrou contra a proposta. No SBT, a jornalista ficaria à frente do reality de futebol Uma Vida, Um Sonho, porém, o projeto estava adiado diante da pandemia. O NaTelinha apurou que o SBT propôs para Glenda Kozlowski a redução de 1/4 dos seus recebíveis enquanto as gravações do reality estivessem paralisadas pela Covid-19. Ou seja, ela permaneceria em casa, sem gravar, mas garantindo 75% da sua remuneração. Ela se mostrou irredutível em aceitar a proposta e a emissora optou em liberar o contrato da ex-Globo. A atitude da jornalista não teve uma boa avaliação na alta cúpula do SBT. Na rede paulista, executivos, diretores e todo elenco aceitaram a redução de 25% do salário diante da fuga de anunciantes durante a pandemia do novo coronavírus, entre eles, Celso Portiolli e Eliana. Além do SBT, entre as grandes emissoras, Band e RedeTV! também cortaram os rendimentos dos seus contratados. É uma tendência no mercado de TV que está se adaptando a queda de faturamento. Na tarde de sábado (27), Glenda Kozlowski fez uma publicação no Instagram comunicando que está fora do SBT e do projeto.